SEM FINS LUCRATIVOS
Rede Drogal inaugurará Instituto Assistencial
José Agenor Lopes Cançado será homenageado com o nome da entidade

Por Da Redação

Homenageado. José Agenor Lopes Cançado, um dos cofundadores da Rede

Crédito: Divulgação

Homenageado. José Agenor Lopes Cançado, um dos cofundadores da Rede

Terça-feira, 12 de novembro de 2019
Nesta quinta-feira (14), às 10h30, no Hotel Occitano, acontecerá o lançamento do Instituto 'José Cançado', em homenagem a um dos cofundadores da rede Drogal (falecido no mês de maio deste ano), protagonista de inúmeras ações assistenciais promovidas ao longo da história da Rede. O evento contará com as participações de familiares, convidados e o grupo de colaboradores responsáveis pelo gerenciamento das atividades. Na oportunidade, serão detalhadas as propostas de atuação, público-alvo e objetivos.
Entidade sem fins lucrativos e com atividades desenvolvidas nas áreas assistencial e de Saúde, o Instituto 'José Cançado' passará a coordenar todas as ações já desenvolvidas pela Rede Drogal. Marcelo Cançado, diretor-administrativo da Rede Drogal, explicou que a ideia do Instituto surgiu a partir do pensamento de contribuir para um mundo melhor.
"Esse foi um ensinamento diário do meu pai. Ele começou esse trabalho e vamos dar continuidade, ajudando com as ferramentas e programas assistenciais que estiverem ao nosso alcance", comentou. Ricardo Cançado, diretor-comercial da Rede Drogal, detalhou que após o falecimento do patriarca, a ideia de criar o Instituto 'José Cançado' ganhou força para sair do papel.
"Vamos ajudar quem precisa e homenagear nosso pai, que foi incansável na missão de auxiliar o próximo. É emocionante para toda a família divulgar esse lançamento e, principalmente, prosseguir com o trabalho de todos esses anos. É um momento especial para todos nós".
Para o sócio-diretor da Rede Drogal, Roberto Lessa, que acompanhou de perto muitas ações sociais de José Cançado, o Instituto contribuirá com um trabalho único no atendimento a questões assistenciais. "Sei que era um sonho do meu tio Zé e que agora se torna realidade. Todos ganham, quem ajuda e quem será ajudado".