DICAS DE ECONOMIA
16% mais energia: consumo cresce em Piracicaba
Nos dias quentes, use o chuveiro na posição 'Verão'

Por Da Redação

Dica. Banhos rápidos é uma das sugestões da CPFL para reduzir o consumo de energia

Crédito: Adriano Rizzo

Dica. Banhos rápidos é uma das sugestões da CPFL para reduzir o consumo de energia

Terça-feira, 12 de novembro de 2019
Com o fim do Inverno e a chegada de temperaturas mais altas, os consumidores precisam tomar cuidados em sua rotina para evitar sustos com um aumento das contas de energia elétrica. De acordo com levantamento da CPFL Paulista, Distribuidora que atende 4,5 milhões de clientes no Interior de São Paulo, o consumo de energia cresceu 15% entre setembro e outubro deste ano na média das 234 cidades da sua área de atuação. O incremento é decorrente das altas temperaturas que estão sendo registradas no Interior de São Paulo, resultando na maior utilização de aparelhos como ar-condicionado, chuveiros e refrigeradores.
Somente nas cinco maiores cidades da Região de Piracicaba, os clientes da empresa consumiram 22,4 mil megawatts-hora (MWh) de energia a mais no mês passado na comparação com setembro. Na média, o aumento foi de 16%.
O montante seria suficiente para abastecer 9,3 mil novas residências pelo período de um ano. Piracicaba, Americana (SP) e Sumaré (SP) foram os municípios que registraram a alta mais intensa, com uma ampliação de 17% no uso da energia. Em seguida, estão Hortolândia (SP) e Santa Bárbara d'Oeste (SP).
Os dados detalhados de cada cidade indicam dicas para economizar
Pensando em auxiliar o consumidor, a CPFL Paulista traz orientações de mudanças de hábito que ajudam a reduzir o consumo de energia elétrica. Uma dica importante a ser sempre observada pelos clientes no momento de comprar um eletrodoméstico é procurar o Selo Procel, que mostra o nível de eficiência energética dos equipamentos.
O consumidor deve optar pelos equipamentos com Selo A, que sinaliza que o produto em questão possui um elevado nível de eficiência no consumo energético. Isso serve para qualquer eletrodoméstico, como geladeira, ar-condicionado ou uma televisão. Além do ganho financeiro para o consumidor, a economia no consumo de energia também beneficia o Meio Ambiente.
"O uso consciente dos recursos naturais ajuda a reduzir a demanda por energia e, consequentemente, evita a sobrecarga do sistema, o que pode levar, por exemplo, ao acionamento de usinas termelétricas, que são mais caras e poluentes. Todos saem ganhando quando a energia elétrica é utilizada de forma consciente", reforçou Roberto Sartori, Presidente da CPFL Paulista.
A Distribuidora destaca algumas dicas para economizar energia no dia-a-dia do consumidor:
Chuveiros
Nos dias quentes, usar o chuveiro na posição "Verão". O consumo será até 30% menor;
Limpar periodicamente os orifícios de saída de água do chuveiro;
Tomar banhos mais rápidos e desligar a torneira ao se ensaboar;
Nunca reaproveitar uma resistência queimada;
Uma boa opção também são os aquecedores solares para água, que, cada vez mais, possuem preços atrativos e demandam baixa manutenção.
Ar-condicionado
Quando o uso do ar condicionado for inevitável, o ideal é utilizá-lo da melhor maneira possível, evitando a utilização por longos períodos e com temperaturas muito baixas;
A substituição das lâmpadas incandescentes por LED é importante também quando pensamos no uso do ar-condicionado. Os modelos incandescentes aquecem o ambiente e contribuem para a sensação de calor, ao passo que a iluminação LED é fria;
Priorize a compra de aparelhos de ar-condicionado com a tecnologia inverter, cujos motores são mais eficientes e econômicos;
Manter os filtros do ar limpos também é uma ótima iniciativa de economia, já que assim o motor não se esforçará mais que o ideal;
Sempre mantenha os ambientes bem arejados. Abrir cortinas e janelas ajuda na ventilação e reduz a necessidade de ar-condicionado e ventiladores, além de manter o ar sempre renovado.
Geladeira
Observe a borracha de vedação da sua geladeira periodicamente. Vedação defeituosa provoca um dos maiores desperdícios de energia;
Só abra a porta da geladeira quando necessário e evite deixá-la aberta por muito tempo;
Nunca utilize a parte traseira das geladeiras para secar roupas ou tênis. Mantenha as serpentinas sempre limpas e livres de objetos;
Freezer e geladeiras devem ser instalados em locais ventilados, longe de qualquer fonte de calor e com espaço mínimo de 15 centímetros de paredes e armários;
Nunca forre as prateleiras da geladeira com plásticos ou vidros. Isso dificulta a passagem de ar, o que força o aparelho a trabalhar mais.