ARTES CÊNICAS
Espetáculo, nesta terça-feira, no Sesi Piracicaba
O viés de criação direcionou o olhar para as condições de migração

Por Da Redação

'No Alto das Ondas Não se Pode Plantar Cercas'. Apresentação é resultado do processo de criação da turma do 'Módulo Múltiplas Linguagens' do 'Núcleo de Artes Cênicas do Sesi'

Crédito: Bolly Vieira

'No Alto das Ondas Não se Pode Plantar Cercas'. Apresentação é resultado do processo de criação da turma do 'Módulo Múltiplas Linguagens' do 'Núcleo de Artes Cênicas do Sesi'

Terça-feira, 12 de novembro de 2019
O espetáculo 'No Alto das Ondas Não se Pode Plantar Cercas', resultado do processo de criação desenvolvido pela turma do 'Módulo Múltiplas Linguagens', do 'Núcleo de Artes Cênicas', do Sesi-SP terá uma sessão nesta terça-feira (12), às 20 horas. A entrada é gratuita. Os ingressos podem ser reservados pelo Sistema 'Meu Sesi', via site: www.sesisp.org.br/meu-sesi ou na Bilheteria do Teatro nos dias de apresentação. Muros e cercas separam seres humanos, segregam, distanciam pessoas umas das outras, física ou metaforicamente.
O que é levado em conta para dignificar alguém a um lado desse muro? Quais diferenças repelem uns aos outros? Quais semelhanças repudiam e nos separam? Por que não aceitamos divergências culturais e perseguimos quem vem de longe? Somos todos tão diferentes assim? Como o próprio texto diz "... o futuro deles já está condenado, mas não o presente - talvez"... quais serão as respostas a questão dos movimentos migratórios que acontecem agora no mundo?
'No Alto das Ondas Não se Pode Plantar Cercas' usou como referência a obra 'Migraaantes' ou 'Tem Gente Demais Nessa Merda de Barco' ou 'O Salão das Cercas' e 'Muros', de Matéi Visniec. O espetáculo explora cenas comuns em grupos de refugiados, migrando pela sobrevivência. O 'Núcleo' lança luz sobre a exploração, tráfico, miséria, fome, distância, perseguição, esperanças, sonhos, e a busca constante por realidades melhores ou justas.
O tema 'Movimentos Migratórios' foi escolhido como eixo condutor da criação dos espetáculos da edição 2019 do Projeto 'Cena Livre'. Este é o resultado do curso 'Múltiplas Linguagens', do Núcleo de Artes Cênicas (NAC) do SESI-SP, cujo objetivo é oferecer aos seus participantes a vivência no processo de montagem de uma peça teatral. Neste ano, o viés de criação direcionou o olhar para as condições de migração e os deslocamentos humanos, e teve, como ponto de partida, a Dramaturgia Universal.
Os temas do 'Cena Livre' são definidos em comum acordo entre os orientadores de Artes Cênicas e a equipe técnica de Artes Cênicas do Sesi-SP. No processo de criação, eles discutem desde o Universo da Dramaturgia até o próprio contexto social dos alunos e como eles se relacionam com o mundo.
Nesta edição de 2019, o tema 'Movimentos Migratórios' tem por base as obras dramatúrgicas da Literatura em constante movimento, em busca da descoberta do seu território. São trazidos para o palco textos com ênfase na Dramaturgia Brasileira, Moderna e Contemporânea, como as obras de Matéi Visniec, Glória de Oliveira, Aglaja Veteranyi, Leia Slimani, Anders Lustgarten's, Arthur Miller, Curt Nimuendaju, Bertolt Brecht, Luís Alberto Abreu, Clarice Lispector, Graciliano Ramos, João Cabral de Melo Neto, Hilda Hilst e Lyman Frank Baum.
Saiba mais
'No Alto das Ondas Não se Pode Plantar Cercas'
Quando - Nesta terça-feira (12)
Horário - Às 20 horas
Onde - No Sesi Piracicaba, localizado à avenida Luiz Ralf Benatti, 600
Entrada - Gratuita, com ingressos reservados pelo Sistema 'Meu Sesi', via site: www.sesisp.org.br/meu-sesi ou na Bilheteria do Teatro, no dia de apresentação.