AUDIÊNCIAS NO RJ
TJRJ libera advogados do uso de terno e gravata
A liberação vai até o dia 20 de março de 2020

Por Agência BrasiI

Praia de Copacabana no primeiro final de semana do verão no Rio de Janeiro

Crédito: Fernando Frazão/Agencia Brasil

Praia de Copacabana no primeiro final de semana do verão no Rio de Janeiro

Com a chegada do Verão, quando os termômetros chegam aos 40º Celsius (°C) no Rio de Janeiro, atendendo a uma reivindicação antiga dos advogados, o Tribunal de Justiça do Estado mais uma vez vai dispensar o uso de terno e gravata na estação mais quente do ano. A partir do dia 1º de dezembro, advogados que atuam no Rio de Janeiro estão liberados de usar terno e gravata, tanto no primeiro quanto no segundo grau de jurisdição. A liberação vai até o dia 20 de março de 2020.
O ato conjunto do presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, desembargador Claudio de Mello Tavares, e do corregedor-geral da Justiça, desembargador Bernardo Garcez, levou em conta que o Conselho Nacional de Justiça definiu que cabe a cada Tribunal a regulamentação dos trajes a serem utilizados em suas dependências.
A norma determina, ainda, que para participar de audiências e sessões de julgamento, e transitar nas dependências do Fórum, “os advogados devem usar o traje social, com uso de camisa devidamente fechada”.