ELIMINATÓRIAS DA EUROCOPA
Com Benjamin Mendy, Deschamps convoca França
O técnico Didier Deschamps também voltou a chamar o atacante Nabil

Por Estadão Conteúdo

A presença do lateral-esquerdo Benjamin Mendy, do Manchester City, é a principal novidade na lista de convocados da seleção francesa

Crédito: Divulgação

A presença do lateral-esquerdo Benjamin Mendy, do Manchester City, é a principal novidade na lista de convocados da seleção francesa

A presença do lateral-esquerdo Benjamin Mendy, do Manchester City, é a principal novidade na lista de convocados da seleção francesa para os seus últimos compromissos nas Eliminatórias para a Eurocopa de 2020, que vão ser disputados neste mês, diante de Moldávia e Albânia. O técnico Didier Deschamps também voltou a chamar o atacante Nabil Fekir, do espanhol Betis. E Léo Dubois, defensor do Lyon, é outra novidade da relação divulgada pelo treinador.
Deschamps não pôde convocar o goleiro Hugo Lloris, o lateral-esquerdo Lucas Hernández, principal motivador para a convocação de Mendy, e o meio-campista Paul Pogba, pois todos eles estão lesionados. Além disso, optou por não chamar Samuel Umtiti, que perdeu a condição de titular do Barcelona para o compatriota Clément Langlet, que agora deve formar a dupla de zaga da seleção da França com Raphael Varane, do Real Madrid.
E Ousmane Dembelé foi outro jogador do Barcelona a não ser lembrado por Deschamps. Como esperado, o atacante Kylian Mbappé, desfalque em outubro por estar contundido, voltou a ser convocado, assim como o meio-campista N'Golo Kanté.
Com 19 pontos, a França ocupa a segunda posição do Grupo H das Eliminatórias para a Eurocopa, atrás da Turquia pelos critérios de desempate. A equipe vai receber a Moldávia, no Stade de France, e visitará a Albânia em 17 de novembro, em Tirana. Uma vitória é suficiente para classificar a seleção campeã mundial ao torneio continental sem depender de outros resultados.