DOAÇÃO DE R$ 62 MIL
Afresp repassou prêmios em dinheiro a entidades
Associações foram contempladas em edital anual

Por Marcelo Rocha

Doação. Afresp fez a entrega dos prêmios a entidades, com a presença do prefeito Barjas Negri (PSDB) (sentado)

Crédito: Christiano Diehl Neto

Doação. Afresp fez a entrega dos prêmios a entidades, com a presença do prefeito Barjas Negri (PSDB) (sentado)

Terça-feira, 13 de agosto de 2019
Em 2019, as entidades sociais de Piracicaba e Região que serão beneficiadas com o repasse de verbas oriundas do Fundo de Benemerência da Associação dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo (Afresp), são a Associação de Atendimento a Pessoas com Deficiência Visual de Piracicaba (Avistar) e a Associação 'Santa Rita', de Capivari (SP). Em evento realizado na Sede Regional da Afresp, as duas Instituições Assistenciais - que foram as vencedoras do edital anual - receberam um montante de R$ 50 mil para a manutenção/desenvolvimento de seus Projetos.
A Avistar recebeu R$ 19,5 mil, enquanto que, a entidade de Capivari, R$ 30,5 mil. Outras duas entidades do município, a Centro de Reabilitação de Piracicaba (CRP) e a Escola de Mães 'Professora Branca Motta de Toledo Sachs' - que também inscreveram seus projetos no edital elaborado pela Afresp -, receberam R$ 6 mil cada para o auxílio do custeio de seus Projetos.
Ao todo, 114 Projetos de Instituições que desenvolvem trabalhos sociais do Estado de São Paulo se inscreveram para concorrer no edital elaborado pela Afresp. O objetivo do edital, que está em sua quarta edição, é doar recursos para a execução de iniciativas/ações sociais nas áreas das 21 Regionais da Associação de Fiscais de Renda.
Gerenciado pela Afresp, o Fundo é composto pela destinação de parte dos salários dos agentes fiscais, que têm o valor descontado em suas folhas de pagamento. A Afresp congrega sete mil associados no Estado. O Prêmio é realizado por meio da Fundafresp, órgão de benemerência da Afresp que elege os Projetos vencedores.
"Esse é o quarto ano consecutivo do edital, antes disso o Fundafresp fazia doações menores para algumas entidades indicadas. A criação desse edital criou a oportunidade da gente dar valores mais substanciais e, dessa maneira, apoiar um Projeto Social maior", declarou Vanessa Murayama, diretora de Comunicação, Convênios e Eventos da Afresp.
A avaliação das vencedoras é criteriosa, observou Vanessa, e envolve a análise de balanço, a necessidade do projeto e a realização de uma visita à entidade propositora da ação social. "A gente faz isso para ter a certeza de que a doação será adequadamente utilizada. Depois desse crivo, a gente faz a divulgação dos vencedores", acrescentou.
Maria José Belloni Felipe, a presidente da Avistar - que hoje atende a cerca de 60 pessoas cegas ou com baixa visão, com a oferta de serviços de Terapia, Pedagogia, Psicologia, Educação Física, Informática e outros - disse que os R$ 19,5 mil serão empregados em duas frentes.
"Esse dinheiro vindo da Afresp vai sanar uma necessidade grande nossa que, infelizmente, está relacionada à segurança do prédio. No começo desse ano, em 10 dias a entidade foi invadida duas vezes, quando levaram algumas coisas e estragaram outras. Então, parte dessa verba será usada para colocar grade nas janelas e ajudar no pagamento de sistemas de segurança", declarou.
"Junto com isso, vamos investir o dinheiro em medidas de capacitação, no nosso Projeto solicitamos a aquisição de mais duas cadeiras para 'quick massage', que fazem parte de uma iniciativa que visa, inclusive, a empregabilidade desses deficientes visuais", afirmou a gestora.