FRENTE FRIA
Ventania suspende visitas ao Cristo Redentor no Rio
Ondas de até três metros de altura podem atingir a Orla

Por Agência BrasiI

O Cristo Redentor

Crédito: Superinteressante

O Cristo Redentor

O tempo começou a mudar no Rio de Janeiro, devido a chegada de uma frente fria que se desloca do Oceano para o Continente. A chegada da frente fria veio acompanhada de ventos muito fortes. Na Estação Meteorológica do Forte de Copacabana, a ventania atingiu 81 quilômetros por hora. O Sistema 'Alerta Rio', da Prefeitura, informa que a aproximação e a passagem de uma frente fria provocará pancadas de chuva fraca a moderada em pontos isolados da cidade.
As Estações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registraram vento forte na Vila Militar (60,8 quilômetros por hora), Aeroporto do Galeão (64,8 quilômetros por hora), Aeroporto da Base Aérea do Campo dos Afonsos (59,2 quilômetros por hora) e Aeroporto de Santa Cruz (55,5 quilômetros por hora).
Há registro de queda de árvores em vários bairros da cidade. As equipes da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) já estão nas ruas para resolver os impactos sobre a vida normal da cidade, o mais rápido possível. O acesso ao Cristo Redentor foi suspenso por medida de segurança, devido aos fortes ventos.
O serviço de transporte alternativo que leva os turistas ao alto do Cristo foi proibido de funcionar, por causa das condições do tempo. A ventania também obrigou à suspensão do Bondinho do Pão de Açúcar. As Bilheterias foram fechadas.
Na Ponte Rio-Niterói, os carros trafegaram em comboios organizados pela Concessionária que administra a via e muitos moradores ficaram assustados, principalmente devido à ventania no vão central. A Ecoponte informou que a medida é adotada sempre que há ventania, como medida de segurança aos motoristas.
Ressaca
A Marinha do Brasil informou que ondas de até três metros de altura podem atingir a Ola do Rio até às 9 horas desta quinta-feira (15). Entre as recomendações, estão: não permanecer em Mirantes na Orla ou em locais próximos ao mar durante o período de ressaca. Os pescadores devem evitar navegar durante o período de ressaca, e os ciclistas andar de bicicleta na Orla caso as ondas estejam atingindo a ciclovia.