LAGOA DA ÁREA DE LAZER
Sedema iniciou limpeza de plantas aquáticas
O repórter-fotográfico, Adriano Rizzo, registrou o avanço da vegetação

Por Marcelo Rocha

Tapete verde. Fenômeno de proliferação de alfaces d?água na lagoa é 'natural'

Crédito: Adriano Rizzo

Tapete verde. Fenômeno de proliferação de alfaces d?água na lagoa é 'natural'

Quarta-feira, 12 de junho de 2019
A proliferação de uma vegetação aquática na Lagoa da Área de Lazer do Trabalhador despertou a atenção de uma parte da população da cidade que, diariamente, trafega naquela Região próxima à Prefeitura de Piracicaba. Leitores contataram a Gazeta para saber do que se trata aquele tapete verde que se formou no local. "É poluição", opina a maioria. "É normal", dizem outros. "É um fenômeno natural", justificou a Secretaria de Defesa do Meio Ambiente (Sedema).
Na semana passada, o repórter-fotográfico, Adriano Rizzo, registrou o avanço da vegetação no espelho d'água, enquanto simultaneamente alguns assinantes questionavam quando que haveria a limpeza da Lagoa, que fica nas redondezas da pista de skate.
De acordo com explicação enviada pela Sedema, "as plantas aquáticas que existem (em grande quantidade) na Lagoa da Área de Lazer do Trabalhador são alface d´água, não aguapés". O comunicado da Pasta prossegue informando que a presença dessas plantas "faz parte de um ciclo da natureza, portanto não é poluição".
Segundo a Sedema, com a aproximação do Inverno, e a consequente diminuição das chuvas e da temperatura, naturalmente ocorrerá a diminuição das alfaces e o aumento das ninfeias - que são erroneamente chamadas de vitória-régia. Mesmo assim, a secretaria ressaltou que haveria uma "ação de limpeza" no local.
Monitoramento e limpeza manual
A Pasta Ambiental salientou que realiza o monitoramento constante da Lagoa e que a limpeza desta fora iniciada nesta terça-feira (11). Nesta terça-feira mesmo, o Setor de Resíduos da Sedema iniciou a limpeza da Lagoa e dois funcionários já executavam o trabalho de remoção das plantas aquáticas (alfaces) que proliferaram no local. O serviço que está sendo feito de maneira manual (já que tratores poderiam causar danos ao solo e ao gramado do parque) deve ser concluído na semana que vem, estimou a Secretaria.