CARGO SUBSTITUTO
Câmara aprova criação de 150 funções de professor
Setenta funções são para o Fundamental e 80, para o Ensino Infantil

Por Ricardo Vasques/Câmara/Divulgação

Aprovação aconteceu no plenário da Câmara

Crédito: Fabrice Desmonts

Aprovação aconteceu no plenário da Câmara

Quarta-feira, 15 de maio de 2019
Em sessão extraordinária, a Câmara de Vereadores de Piracicaba aprovou, de forma definitiva, projeto de lei de autoria do Poder Executivo, que cria 150 funções de professor-substituto junto à Secretaria Municipal de Educação. Com carga de 30 horas semanais, a referência, 9-D, prevê vencimentos de R$ 2.806,64, mais adicional de 10% em caso de nível universitário.
Do total, 70 funções são de professor-substituto de Ensino Fundamental, em que os interessados deverão apresentar diploma de conclusão do Ensino Médio, na modalidade normal (Magistério), com formação nos anos iniciais do Ensino Fundamental, ou curso Normal Superior, com formação nos anos iniciais do Ensino Fundamental, ou Licenciatura em Pedagogia, com formação nos anos iniciais do Ensino Fundamental.
As outras 80 funções são de professor-substituto de Educação infantil. Os interessados deverão apresentar diploma de conclusão do Ensino Médio, na modalidade normal (Magistério), com formação em Educação Infantil, ou curso Normal Superior, com formação em Educação Infantil, ou Licenciatura em Pedagogia, com formação em Educação Infantil.
Na justificativa do projeto de lei 75/2019, o prefeito Barjas Negri (PSDB) explica que tais funções "são importantes porque reduzem o custo de despesas com pagamento de horas extras na área de Educação e ajudam a melhorar o planejamento, evitando falta de professores e suprindo todas as necessidades do município".