GAZETA E FUNDO SOCIAL
Chegou a 7ª Megacampanha do Agasalho
Entre os beneficiados, estão entidades que atendem crianças e idosos

Por Adriana Ferezim

O cartaz da Megacampanha, edição 2019

Crédito: Gazeta de Piracicaba

O cartaz da Megacampanha, edição 2019

A 7ª Megacampanha do Agasalho, realizada pelo Fundo Social de Solidariedade de Piracicaba e pela Gazeta, começa a ganhar pontos de arrecadação em diversos locais da cidade. A ação vai proporcionar conforto no Inverno a quem não pode adquirir roupas novas para se proteger do frio desse período do ano. Entre os beneficiados com a arrecadação estão entidades que atendem crianças, idosos, moradores de rua e famílias carentes cadastradas nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras).
“As peças doadas não ficam armazenadas por muito tempo. Assim que começam a chegar as caixas, as roupas são avaliadas, separadas e destinadas à doação. Todas as 45,5 mil peças do ano passado foram entregues”, afirmou a presidente do Fundo Social de Solidariedade de Piracicaba, Sandra Negri.
Facilidade para doar
De acordo com Sandra, a ajuda solidária dos parceiros da Megacampanha é fundamental para facilitar às pessoas a doação de roupas, calçados, cobertores e edredons nos postos próximos de suas casas ou do local de trabalho ou estudo.
Os parceiros, como empresas e Instituições, também incentivam os colaboradores e até mesmo o pessoal que atendem, como estudantes no caso de escolas, a doar agasalhos. O mesmo ocorre nos Condomínios, que promovem conscientização dos moradores para que contribuam com a Megacampanha.
Já estão com as caixas de coleta identificadas com o cartaz da Megacampanha, 10 instituições, além da sede da Gazeta de Piracicaba, localizada à avenida Estados Unidos, 1.106. A caixa localizada na recepção recebeu as primeiras peças doadas.
Também já estão credenciadas a receber as peças, a Escola de Educação Infantil 'A Cigarrinha', situada à avenida São João, 635, no bairro São Judas, A Escola de Ensino Fundamental 'Primeiro Porto', localizada à rua Juca Fernando, 774, bairro São Dimas. São pontos de arrecadação, ainda, o Condomínio Cabreúva, à rua José Pinto de Almeida, 1.115. Centro, e a Academia 'Water Center', rua São Francisco de Assis, 1.140, Centro.
É parceiro, novamente, o Serviço Social da Construção Civil do Estado de São Paulo (Seconci), que solicitou duas caixas para receber a doação dos usuários. A Instituição fica à rua Ipiranga, 870, Centro. A 'Red Ballon', da avenida Carlos Botelho, 682, é outro ponto de arrecadação de agasalhos, assim como a Lotérica 'Cidade Alta', que fica à rua Manoel Ferraz de Arruda Campos, 565, no Shopping 'Cidade Alta'.
O Condomínio do Edifício Tiradentes, à rua Tiradentes, 630, também entrou nessa corrente de solidariedade que conta também com a participação da empresa Manetoni, que fica no quilômetro 43,5 da rodovia Cornélio Pires (SP-127), e a Lourenço Distribuidora de Alimentos, à rua Ayrton da Silva, 77, no bairro Guamium.