SAIU EVANGELISTA
Trabalho e Renda tem novo secretário municipal
Essa é a quarta mudança que o prefeito faz no primeiro escalão

Por Adriana Ferezim

Trabalho e Renda. Reunido com Zé Luiz, Evangelista e sindicalistas, o prefeito Barjas Negri anunciou a mudança de secretário

Crédito: Justino Lucente

Trabalho e Renda. Reunido com Zé Luiz, Evangelista e sindicalistas, o prefeito Barjas Negri anunciou a mudança de secretário

Segunda-feira, 15 de abril de 2019
O ex-secretario estadual do Emprego e Relações do Trabalho José Luiz Ribeiro, durante três anos da gestão do ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), foi nomeado secretário municipal do Trabalho e Renda, pelo prefeito Barjas Negri (PSDB), marcando a volta da atuação de Zé Luiz, como é conhecido, no Poder Executivo. Ele assume a função que era ocupada há 27 meses, desde o início do governo municipal, pelo empresário Evandro Evangelista.
Essa é a quarta mudança que o prefeito faz no primeiro escalão de seu governo. No entanto, é a primeira substituição que estaria relacionada a uma possível campanha à reeleição, conforme fontes políticas ouvidas pela Gazeta. O prefeito, antes de assumir o mandato, uniu cinco Secretarias (Ação Cultural e Turismo; Obras e Ipplap; Governo e Desenvolvimento Econômico; Comunicação e Chefia de Gabinete; Saúde e Esportes), mas recuou em duas.
O presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento (Ipplap), Arthur Ribeiro, acumulou a Secretaria Municipal de Obras no início da administração. Depois ficou só com o Ipplap e a Semob passou a ser gerenciada por Vlamir Schiavuzzo. O Departamento de Comunicação e a Chefia de Gabinete eram de responsabilidade de Miromar Rosa. Ele ficou, posteriormente, com o trabalho direto com o prefeito e Ude Valentini assumiu a Comunicação.
Na Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), o ex-secretário Rogério Vidal deixou o cargo por motivos de saúde e ele foi ocupado por José Otávio Machado Menten, até os dias atuais. O ex-secretário da Semtre, Evandro Evangelista, poderá assumir cargo de assessor na Chefia de Gabinete, conforme apurou a Gazeta.
Na nota oficial enviada pela Prefeitura, está mencionado o convite feito por Barjas, sem indicação da pasta, e que o motivo da substituição seria “questões pessoais” do ex-secretário. Ainda segundo a nota da Prefeitura, Evangelista “manifestou interesse em deixar o cargo, porque há choque de agendas entre o seu cargo na Semtre e sua empresa, principalmente no período noturno.
Porém, o prefeito o convidou a permanecer no governo em um cargo de Assessoria”, diz o documento. O anúncio foi feito com a presença de Zé Luiz, Evangelista e sindicalistas, na sala de reuniões do gabinete do prefeito. O novo secretário foi presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Piracicaba.
Movimentação política
Zé Luiz é presidente municipal do Solidariedade (SD) e foi candidato não-eleito a deputado federal, no ano passado. A Gazeta apurou que ele teria buscado com o prefeito assumir a Secretaria, que foi destinada ao seu partido, que apoiou a eleição de Barjas. Evangelista é secretário-geral do SD de Piracicaba.
Há hipóteses circulando nos bastidores, de que, fazendo a mudança na Semtre, o prefeito garantiria o apoio do SD à sua possível pretensão de sair candidato à reeleição, em 2020. Quanto às pretensões políticas de Zé Luiz, há relatos de diferentes possibilidades, porque o quadro de candidatos na cidade ainda está em elaboração. Ele pode ser candidato a vereador ou até mesmo a vice-prefeito no próximo ano.