APÓS DENÚNCIAS
Comissão de Sindicância será aberta no Semae
Despacho de Barjas Negri (PSDB) foi enviado ao presidente Rotta (MDB)

Por Rodrigo Alves/Imprensa/Câmara

O presidente da Câmara, Gilmar Rotta (MDB)

Crédito: Lucas do Nascimento Machado

O presidente da Câmara, Gilmar Rotta (MDB)

Terça-feira, 19 de março de 2019
O presidente da Câmara de Piracicaba, vereador Gilmar Rotta (MDB), recebeu cópia do despacho do prefeito Barjas Negri (PSDB), sobre o pedido de que sejam apuradas as denúncias apresentadas em 28 de fevereiro, na Tribuna Popular do Legislativo Piracicabano, pelos servidores Ana Paula Classere e José Carlos Magazine, que atuam no Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto). O ofício da Casa seguiu para o Executivo. A resposta, por sua vez, retornou ao presidente na mesma data. Além disso, o CCS (Centro de Comunicação Social) da Prefeitura emitiu uma nota.
Segundo o CCS, o prefeito já havia se manifestado anteriormente ao presidente da autarquia, José Rubens Françoso. Como o pedido foi ratificado pelo presidente da Câmara, Barjas, ao receber o documento, despachou de imediato ao Semae, "para que proceda a apuração por meio de instrumentos administrativos pertinentes, como uma Sindicância", diz o texto do CCS.
Ainda de acordo com o CCS, o presidente do Semae, José Rubens Françoso, já vinha preparando respostas com relação a eventuais insatisfações dos servidores que foram relatadas na Câmara. O CCS diz que José Rubens informou que já havia conversado com o presidente Gilmar, que explicou a preocupação do Legislativo e assumiu o compromisso de manter as reportagens e os vídeos para o Semae.
Sobre a apuração, José Rubens disse que pedirá a apuração dos fatos por uma Comissão de Sindicância, para que não somente a Câmara, mas que toda população tenha respostas aos questionamentos que foram apresentados. “Faremos tudo isso com muita responsabilidade, ética e transparência”, garantiu o presidente do Semae, via nota do CCS.