REGIÃO DE TUPI
Polícia localiza refinaria de drogas
O detalhe é que cada tijolo vinha com uma logomarca

Por Ana Cristina Andrade

A Polícia Civil desmantelou uma refinaria de drogas no bairro rural Santa Izabel

Crédito: Polícia Civil

A Polícia Civil desmantelou uma refinaria de drogas no bairro rural Santa Izabel

Quinta-feira, 14 de março de 2019
A Polícia Civil, de Piracicaba, por meio da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), desmantelou, na última terça-feira (12), uma refinaria de drogas situada no bairro rural Santa Izabel, região do distrito de Tupi. As informações oficiais foram divulgadas nesta quarta-feira (13). Três homens que estavam no local conseguiram fugir para uma mata das proximidades. Porém, um deles trocou tiros com policiais militares que estavam no apoio e morreu. Os outros dois acusados fugiram, mas um já foi identificado.
Na chácara, além de crack, cocaína e pasta-base de cocaína, os policiais civis apreenderam maquinário elétrico usado tanto para transformar a pedra bruta em pó, quanto para prensar os tijolos. O detalhe é que cada tijolo vinha com uma logomarca e o que chamou a atenção é o símbolo do euro. Isso fez a Polícia suspeitar que parte da droga iria para fora do País. Também havia outros tijolos com o desenho de um cavalo (marca própria do bando).
Para conseguir flagrar a confecção de entorpecentes, investigadores do Setor de Inteligência da DIG disseram que trabalharam quase um ano fazendo diligências e campanas (levantamentos da movimentação na chácara). 
O que atrapalhava a incursão rápida era o fato de a propriedade ser cercada por muros altos com cercas circulares feitas de arame farpado. Inclusive, ao pularem o muro para fugir, os criminosos se feriram - havia sangue no local. O que foi apreendido só de crack bruto era o suficiente para resultar em 43 mil porções que seriam colocadas à venda.
Traficante morto em troca de tiros era de Itanhaém
Ao observar que a mata era muito fechada, os investigadores pediram apoio à Polícia Militar. Além das viaturas que fizeram o cerco, foi realizado um sobrevoo por uma equipe do helicóptero Águia. Na mata, dois PMs viram um dos fugitivos, que estava sujo de sangue, mandaram ficar parado, segundo a Polícia, mas ele sacou um revólver e atirou. No revide foi morto. Segundo o delegado, Demetrios Gondim Coelho, ele é de Itanhaém (SP). O que foi identificado é de Campinas (SP).