AÇÃO IMEDIATA
Anac suspendeu voos com Boeing 737-8 Max
A medida foi anunciada três dias após a queda de um avião

Por Agência Brasil

A nova aeronave da SilkAir, o Boeing 737 Max 8, fica na pista do aeroporto de Changi, em Cingapura

Crédito: Edgar Su/File Photo/Reuters

A nova aeronave da SilkAir, o Boeing 737 Max 8, fica na pista do aeroporto de Changi, em Cingapura

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) determinou a suspensão dos voos com aviões Boeing 737-8 Max, no Brasil. A diretriz deve ser cumprida imediatamente, inclusive pelas empresas que já tinham anunciado a suspensão de suas operações, como a Gol Linhas Aéreas. A medida foi anunciada três dias após a queda de um avião da Companhia Aérea, Ethiopian Airlines, perto da cidade de Bishoftu, a 62 quilômetros de Adis Abeba, no Quênia.
As 157 pessoas que estavam a bordo do modelo 737-8 Max morreram no acidente, cujas causas ainda estão sendo investigadas. Vários países suspenderam a utilização do modelo. Em nota divulgada, a Anac informou que, antes de determinar a suspensão das Operações, contatou a Agência Reguladora do setor aéreo dos Estados Unidos, a Federal Aviation Administration (FAA); a Boeing e a Companhia Gol, única a utilizar o 737-8 Max no Brasil.
Em janeiro de 2018, especialistas da Anac avaliaram o modelo da Boeing antes da Gol colocá-lo em Operação. Após identificar diferenças operacionais em relação aos modelos anteriores, a Agência exigiu que os funcionários da Companhia recebessem treinamento para operar as novas aeronaves.