GRUPO A
Inter venceu o Alianza Lima em casa e despontou
Diante de mais de 42 mil torcedores, o jogo aconteceu no Beira-Rio

Por Estadão Conteúdo

Nico López marcou os dois gols do Internacional na partida

Crédito: AFP

Nico López marcou os dois gols do Internacional na partida

Com atuação inspirada de Nico López, o Internacional resolveu o jogo contra o Alianza Lima, ainda no primeiro tempo, venceu por 2 a 0 e despontou no Grupo A da Copa Libertadores. Diante de um Beira-Rio quase lotado, em Porto Alegre (RS), o time gaúcho embalou na hora certa, antes de encarar o River Plate, seu maior desafio na chave. Vindo de vitória sobre o Palestino, fora de casa, a equipe brasileira chegou aos seis pontos, na liderança do Grupo e aproveitamento de 100% até agora.
Trata-se do melhor início de Libertadores da história do clube gaúcho. O River ocupa o segundo posto, com dois pontos, após novo empate, desta vez com o Palestino, sem gols. Diante de mais de 42 mil torcedores, o Inter só precisou de um tempo para sacramentar o triunfo. Nico López, duas vezes, balançou as redes aos oito e aos 19 minutos de jogo, acabando com qualquer reação do Alianza Lima, que ofereceu pouco perigo ao anfitrião ao longo dos 90 minutos.
O Inter volta a campo pela Libertadores somente no dia 3 de abril para enfrentar o River Plate, atual campeão, novamente diante de sua torcida. No dia anterior, o Alianza Lima vai visitar o Palestino, no Chile. O resultado desta noite deve elevar ainda mais a confiança do Inter para o clássico do fim de semana, pelo Campeonato Gaúcho. O jogo contra o Grêmio, que vive situação mais desfavorável na Libertadores, será no domingo, na casa do rival.
O jogo
Com o retorno do volante Rodrigo Dourado e Rafael Sóbis no ataque, o técnico Odair Hellmann contou com força máxima - D'Alessandro começou no banco de reservas. E, com esta formação, não deu sossego ao time peruano nos primeiros 45 minutos. Logo aos dois minutos, Iago já exigia grande defesa de Gallese.
O goleiro do Alianza Lima não repetiu a performance, aos oito. Nico López recebeu com tranquilidade na intermediária e bateu rasteiro de fora da área, no canto esquerdo de Gallese. O gol incendiou a torcida e a partida de vez, no tradicional "clima de Libertadores".
O time peruano, contudo, não se intimidou. E Marcelo Lomba foi exigido aos 14, ao fazer defesa à queima-roupa em chute de Ugarriza dentro da pequena área. Acabou sendo a única boa chance criada pelo time visitante na primeira etapa.
O lance foi abafado pelo segundo gol dos colorados cinco minutos depois. Novamente, Nico López arriscou a finalização de fora da área. E, desta vez, não pegou tão bem, mas contou com um desvio na zaga para vencer o Gallese. No segundo tempo, aquela intensidade do início do jogo deu lugar a um ritmo mais cadenciado, de maior prudência e sem o mesmo volume no ataque. Mesmo assim, o Inter seguia dominando e levando perigo.
D'Alessandro, que substituiu William Pottker aos 19, era a maior fonte de preocupação do Alianza Lima pela direita. Odair também trocou Sóbis pelo jovem atacante Pedro Lucas - a opção era até uma das dúvidas do treinador para a escalação dos titulares.
Em sua primeira oportunidade, a aposta da base do Inter acertou forte chute da entrada da área e mandou rente ao travessão, aos 38. Mas não chegou a ter novas oportunidades. Poderá ter outra chance no clássico do fim de semana.