ENTRE 1º E 5 DE MARÇO
Carnaval no Engenho e no Largo dos Pescadores
Programação é recheada de marchinhas e outros gêneros

Por Da Redação

Banda 'Gafieira sem Gafe'

Crédito: Divulgação

Banda 'Gafieira sem Gafe'

Segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019
Os foliões de plantão de Piracicaba e região poderão curtir, neste ano, um Carnaval Popular com programação recheada de marchinhas, sambas-enredo e muito mais. A folia acontecerá no Engenho Central e no Largo dos Pescadores, de 1º a 5 de março, gratuitamente. O abre-alas do Carnaval Piracicabano terá Sandra Rodrigues e Banda, na sexta-feira (1º), a partir das 20 horas.
No sábado, se apresentará o tradicional 'Cordão do Mestre Ambrósio'. Com saída às 16 horas, da praça da Boyes, o bloco percorrerá a rua Luiz de Queiroz e avenida Beira Rio, até o Largo dos Pescadores. A partir das 20 horas, a Banda 'Gafieira Sem Gafe' agitará o Largo dos Pescadores. No dia 3, quem comandará a festa no Engenho Central será Patrícia Ribeiro, às 15 horas e o Grupo 'Oitava Cor', a partir das 19h30.
Dia 4, segunda-feira, às 20 horas, Elaine Teotônio e Banda levarão, ao palco, músicas populares que devem balançar o público, no Engenho Central. Para fechar, na terça-feira, o Bloco da Ema se concentrará a partir das 14 horas, em frente ao Sesc Piracicaba e seguirá acompanhando o cortejo do grupo de Maracatu até o Largo dos Pescadores.
O bloco comandado por Tony Azevedo visa incorporar, à Cultura Piracicabana, elementos das tradições musicais e carnavalescas do Nordeste, sem perder sua identificação com a cidade. Às 20 horas, a Banda 'Maracangalha' trará o melhor do Axé e do Samba. “Nosso objetivo é oferecer aos piracicabanos, o melhor de um carnaval voltado às famílias”, comentou a secretária municipal da Ação Cultural e Turismo, Rosângela Camolese.
Proibidos
Durante a festa, não serão permitidos a entrada de sprays de espuma ou similares, o comércio de bebidas, alimentos e afins em residências; bebidas em embalagens de vidro; o uso de equipamentos ou materiais que possam ser utilizados como armas ou possam ferir outras pessoas; o uso de aparelhos de som móvel e no Engenho Central, o uso de “cooler” ou qualquer outro tipo de conservadora.
As festividades no Engenho Central terão praça de alimentação organizada pelas escolas de samba de Piracicaba, para captação de recursos. Os foliões do Largo dos Pescadores poderão consumir alimentos preparados pelos voluntários da Irmandade do Divino Espírito Santo.