DESFILE DA SAPUCAIA
Organizadores dizem que protocolos estão em dia
Em 2018, a festa foi cancelada em cima da hora

Por Marcelo Rocha

A turma da Sapucaia. Nardon e a diretora da Asas (Sandra Mendes), a rainha da Sapucaia (Kátia Lopes) e Marcelo Félix Sesso

Crédito: Antonio Trivelin

A turma da Sapucaia. Nardon e a diretora da Asas (Sandra Mendes), a rainha da Sapucaia (Kátia Lopes) e Marcelo Félix Sesso

Segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019
Em 2019, não vai ter “chabu”! O Desfile dos Amigos da Sapucaia vai acontecer em um sábado, dia 23 de fevereiro, das 14 horas às 22 horas, na avenida Renato Wagner, em um trecho de 600 metros, próximo ao Lar dos Velhinhos. A garantia é do presidente da Associação dos Amigos da Sapucaia (Asas), Cristiano Nardon, que disse que “todos os procedimentos de segurança e documentos” necessários à realização do evento gratuito, desta vez, estão em ordem.
No ano passado, aquela que seria a 22ª edição da festa foi cancelada em cima da hora, frustrando foliões, causando prejuízos financeiros e indispondo a organizadora (Asas), a Prefeitura de Piracicaba (que oferece apoio na estrutura e na segurança) e o Corpo de Bombeiros (responsável pela emissão do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros/AVCB).
Só a população do Bairro Alto festejou, pois antes mesmo de seu cancelamento já houvera o anúncio de que o desfile tinha sido transferido da rua Moraes Barros para a avenida Renato Wagner. 
“Esse ano está tudo em ordem, elaboramos um projeto de segurança, chamamos um engenheiro responsável, o Lucas Puga, para nos dar suporte, e o Marcelo Félix Sesso, de um escritório de Contabilidade que está cuidando de toda a parte contábil. A gente se cercou de pessoas profissionais para nos ajudar”, declarou Nardon.
“Hoje em dia, organizar um evento não é mais como se fazia antigamente, quando se enviava um ofício para a Polícia Militar e outro para a Prefeitura e então se fazia o evento”, acrescentou. O presidente da Asas observou que a segurança é “primordial” na realização de qualquer evento, principalmente depois do incêndio da Boate Kiss, que provocou a morte de 242 pessoas na cidade de Santa Maria (RS), em 2013.
O episódio trágico deu origem à lei número 13.245/2016, que endureceu as normas de segurança, estabeleceu responsabilidades e punições aos responsáveis. Até as barracas da praça de alimentação terão extintores, salientou Nardon. “E o trio elétrico (montado numa carreta) também terá uma autorização específica”, afirmou o gestor da Asas.
Outra novidade é que, nesta edição, o Desfile da Sapucaia terá controle de acesso de público e revista pessoal, enfatizou Nardon. “Tudo isso faz parte do projeto segurança, que também prevê um público máximo de 10.140 pessoas. Não posso ultrapassar esse limite. O controle será feito com as pulseirinhas”, observou. O estacionamento será numa área do Lar do Velhinhos e custará R$ 20,00, sendo que a metade da Bilheteria será doada à própria Instituição.
Programação da Sapucaia
O evento será aberto ao público a partir das 14 horas. Entre as 14 horas e as 17 horas, sobre o trio elétrico se apresentarão um DJ, uma dupla sertaneja, uma banda de axé e outra de pagode. Depois, às 18 horas, terá início a concentração dos Blocos. O desfile propriamente dito começará às 18h30.
A Asas informou que possui o cadastro de 47 Blocos de Carnaval e que 20 já haviam confirmado presença na Sapucaia até a última sexta-feira (8). “O desfile terminará, impreterivelmente, às 22 horas”, contou Nardon.