NOVO AMBIENTE
Câmara entregará espaço do Setor de Protocolo
Meta é garantir maior acessibilidade para a população aos serviços

Por Débora Bontorim Saia/Câmara

O novo setor da Câmara

Crédito: Sidney Júnior

O novo setor da Câmara

Sexta-feira, 7 de dezembro de 2018
Após dois meses de obra, o novo espaço do Setor de Protocolo da Câmara de Vereadores de Piracicaba será oficialmente entregue nesta sexta-feira (7). Antes localizado no subsolo do prédio principal da Casa de Leis, o ambiente agora ficará no piso térreo, próximo à recepção, situada à rua Alferes José Caetano. Mais funcional e acessível ao público, o ambiente visa promover conforto a quem procura o Legislativo.
“A recepção ficou na entrada (do prédio principal) e o hall foi ampliado para melhor circulação de pessoas com deficiência e também para oferecer melhor acomodação em dias de reuniões ordinárias ou audiências públicas em que o plenário estiver cheio”, explicou Mauro Rontani, diretor do Departamento de Administração da Câmara.
Garantir maior acessibilidade para a população aos serviços do Legislativo é uma proposta da Mesa Diretora da Câmara, presidida por Matheus Erler (PTB), Ronaldo Moschini (PPS), vice-presidente, Pedro Kawai (PSDB), 1º secretário e André Bandeira (PSDB), 2º secretário. André. "Recentemente, conseguimos abrigar a proposta do vereador André e implantamos a tradução em Libras nas reuniões ordinárias. Sabemos que é preciso avanço, mas gradativamente a Câmara vai ampliando a acessibilidade", disse Matheus Erler.
Segundo a agente-administrativa Any Isabelle Araújo, o espaço também é mais apropriado para as condições de trabalho dos servidores. “Agora temos espaço próprio, pois estávamos locadas em uma sala de reunião, já que o antigo setor foi utilizado para ampliar o Setor de Arquivo”, complementou.
Além disso, Isabelle contou que a mudança torna o atendimento mais rápido. “O usuário não precisa utilizar o elevador ou escadas. Facilitou até para os Correios que não precisam mais aguardar nossa chegada na recepção para entregar as correspondências, agora eles podem entregar diretamente para nós”, explicou.