NESTA QUINTA-FEIRA
Leis de Incentivo à Cultura será tema de palestra
Ideia é desmistificar o assunto, segundo o produtor Marcos Thadeus

Por Da Redação

Produtor cultural, Marcos Thadeus, falará no Museu 'Prudente de Moraes'

Crédito: Rodrigo Alves

Produtor cultural, Marcos Thadeus, falará no Museu 'Prudente de Moraes'

Quinta-feira, 6 de dezembro de 2018
A 5ª Semana de Cultura Artística levará, ao Museu Histórico e Pedagógico 'Prudente de Moraes' o produtor cultural, Marcos Thadeus, para palestra sobre as Leis de Incentivo à Cultura, nesta quinta-feira (6), às 19h30. A entrada é gratuita, sem necessidade de inscrição antecipada. O objetivo do encontro é qualificar e possibilitar troca de experiências entre produtores culturais, artistas e empresários sobre os dois principais mecanismos de captação de recursos, a Lei Rouanet (Lei Nacional de Incentivo à Cultura) e o ProAc (Programa de Ação Cultural).
"A ideia é desmistificar o assunto, muitas vezes considerado remoto por artistas. A partir do momento em que eles entendem o funcionamento das leis de incentivo, podem inscrever projetos e se beneficiar das medidas. O assunto é pertinente também para empresas, que podem utilizar a Lei Rouanet e o ProAc-ICMS para apoiar iniciativas e se valerem de importante instrumento de Marketing Institucional", explicou Marcos Thadeus.
O produtor cultural pretende abordar, ainda, o panorama das leis de incentivo no Brasil e o papel do produtor e do gestor cultural. Ele também comentará sobre como a Lei Rouanet tem sido abordada das redes sociais, uma vez que o instrumento é alvo de críticas constantes, em função de ideias equivocadas sobre o seu funcionamento.
Perto de completar a maioridade, a Lei Rouanet foi criada para incentivar a a produção cultural e possibilita que cidadãos apliquem parte do Imposto de Renda devido em ações culturais. O limite da dedução é de 6% do IR a pagar para pessoas físicas e 4% para pessoas jurídicas. Já o ProAc-ICMS, criado em 2006, permite a captação de patrocínio junto a empresas, que poderão descontar o valor do investimento do ICMS devido, permitindo a destinação de 0,038% a 3%.
Ator, cenógrafo, diretor e produtor cultural, Marcos Thadeus assina a direção artística do espetáculo Paixão de Cristo de Piracicaba, que, em 2019, completa 30 anos. De 2007 a 2018 foi o responsável pela direção de produção da montagem, de responsabilidade da Associação Cultural e Teatral Guarantã. É, ainda, o produtor cultural do Coral Vozes.