BASQUETE DA NBA
Em reedição de finais, Warriors derrotou o Cavaliers
Foi o primeiro duelo entre as equipes após o término da temporada

Por Estadão Conteúdo

Um dos lances da partida

Crédito: Reprodução

Um dos lances da partida

Era a reedição do duelo que movimentou as finais dos últimos anos na NBA. Mas somente no papel. Na prática, o Golden State Warriors mostrou a força que manteve entre a temporada passada e esta para vencer o desfigurado Cleveland Cavaliers pelo placar de 129 a 105, fora de casa. Praticamente com a mesma equipe que foi campeã no campeonato passado, o Warriors encontrou pouca resistência num rival sem LeBron James. Foi o primeiro duelo entre as duas equipes após a final da última temporada. E, novamente, Stephen Curry fez a diferença.
Foi o cestinha da partida, com 42 pontos, sendo nove cestas de três pontos. Ele ainda contribuiu com nove rebotes e sete assistências, o suficiente para acabar com qualquer dúvida sobre a sua recuperação física, após desfalcar a equipe nas últimas semanas - foram 11 jogos fora. No último quarto, ele chegou a marcar nove pontos em menos de um minuto.
Kevin Durant, outra estrela do time, marcou 25 pontos e registrou um "double-double" ao anotar 10 rebotes. Foram ainda nove assistências. Pelo Cavaliers, Tristan Thompson, um dos poucos remanescentes da forte equipe da temporada passada, obteve um "double-double" de 19 rebotes e 14 pontos. E o novato Collin Sexton registrou 20 pontos.
Tentando emplacar uma boa sequência após tropeços, o Warriors segue na quarta colocação da Conferência Oeste, com 17 vitórias e nove derrotas. Já o Cavaliers vive situação oposta. É o antepenúltimo colocado do Leste, com apenas cinco triunfos e 19 derrotas.
À frente dos atuais bicampeões da NBA estão o líder Denver Nuggets, o Oklahoma City Thunder e o Los Angeles Clippers. Somente o Clippers não venceu nesta quarta. Fora de casa, o Nuggets bateu o Orlando Magic por 124 a 118. Com grande atuação de Jamal Murray, com 31 pontos, os visitantes venceram na prorrogação.
Foi o sétimo triunfo seguido do líder do Oeste, que ostenta agora 17 triunfos e sete derrotas. Trata-se de campanha ligeiramente superior a do Thunder, que chegou à 16ª vitória - tem o mesmo número de revezes - ao vencer o Brooklyn Nets, fora de casa, pelo apertado placar de 114 a 112.
Paul George foi o nome do jogo. Foram 47 pontos, sendo 25 deles somente no último quarto, o que o tornou o responsável direto por buscar uma desvantagem de 23 pontos no placar.
Ele ainda fez a cesta de três pontos que acabou decidindo a partida. O jogador ficou a apenas um ponto do seu recorde pessoal na NBA. Já o Clippers, terceiro colocado do Oeste, caiu diante do Memphis Grizzlies por 96 a 86, em casa. Tem agora 16 vitórias e oito derrotas.
Longe do Cavaliers, LeBron James comandou nesta quarta o triunfo do Los Angeles Lakers sobre o San Antonio Spurs por 121 a 113, diante de sua torcida. O astro foi o grande destaque da partida ao anotar 42 pontos, cinco rebotes e seis assistências. Kyle Kuzma contribuiu com 22 pontos e nove rebotes. Pelo Spurs, o destaque foi DeMar DeRozan, com 32 pontos. Rudy Gay obteve sua melhor performance da temporada, com 31.
O resultado deixou o Lakers na quinta colocação do Oeste, com 15 triunfos e nove derrotas. Já o Spurs segue em situação difícil, na penúltima posição da tabela, com 11 vitórias e 14 derrotas, exibindo uma das piores campanhas da competição até agora.
Pela Conferência Leste, o líder Toronto Raptors venceu mais uma ao superar o Philadelphia 76ers por 113 a 102, fora de casa. A equipe soma agora 21 triunfos e cinco derrotas, com a melhor campanha da temporada regular até agora. Os destaques dos visitantes foram Kawhi Leonard, com 36 pontos, e Jonas Valanciunas, com 26, sendo 18 deles somente no último quarto.