ESTAVA EM UM SÍTIO
Polícia prende, em Capivari, foragido desde 2014
Em um dos casos de prisão preventiva, já houve sentença condenatória

Por Ana Cristina Andrade

Sítio em Capivari (SP), onde o foragido residia com a família

Crédito: Divulgação

Sítio em Capivari (SP), onde o foragido residia com a família

Quinta-feira, 11 de outubro de 2018
Na manhã desta quarta-feira (10), a Polícia Federal e a Polícia Militar capturaram um condenado pelo crime de tráfico de drogas, que estava foragido desde novembro de 2014. A prisão ocorreu em um sítio, localizado em Capivari (SP), onde o foragido residia com a família. Os policiais cumpriram quatro mandados de prisão, expedidos pelas Varas Criminais de Piracicaba, Capivari, Lençóis Paulista (SP) e Itapecerica da Serra (SP). Dois mandados são decorrentes de condenação e dois, de prisão preventiva.
Em um dos casos de prisão preventiva, já houve sentença condenatória em primeira instância. As penas aplicadas até o momento totalizam 38 anos e seis meses de reclusão. Uma das condenações se refere a um laboratório subterrâneo de drogas localizado no bairro Tanquã, em Piracicaba, em 31 de maio de 2013. Na ocasião, foram apreendidos, aproximadamente, 500 quilos de cocaína, cinco mil litros de produtos químicos e diversas máquinas para preparação de drogas.
Os produtos ilícitos estavam no interior de um armazém subterrâneo de 60 metros quadrados, guarnecido com espessa tampa de concreto e aço, dotada de sistema hidráulico de acionamento.
Fuga
Nesta quarta-feira (10), as buscas voltadas ao cumprimento dos mandados de prisão foram realizadas em três propriedades rurais pertencentes ao foragido e a seus familiares. Todos os imóveis ficam em Capivari, cidade distante cerca de 60 quilômetros de Piracicaba.
Durante a ação, que mobilizou policiais federais e militares, integrantes da Força Tática, do Comando de Operações Especiais e do Helicóptero Águia, o procurado tentou fugir por um túnel construído sob a casa principal da propriedade, com acesso à mata contígua.
O túnel mede cerca de 50 metros. A estrutura contava com iluminação, ventilação natural e artificial, e sua entrada ficava dissimulada no armário de roupas do quarto principal da residência. O buraco de entrada do túnel foi construído sob um fundo falso do guarda-roupas. A saída ficava no terreno da casa e nos fundos dessa área há uma mata e, depois, um canavial.
Para capturar o foragido, as equipes demoraram cerca de duas horas. Ele foi detido após a realização de buscas na mata e nos canaviais adjacentes à propriedade, onde ele foi localizado e detido pelos policiais. O preso foi recolhido no Centro de Detenção Provisória de Piracicaba (CDP), à disposição da Justiça. As informações foram divulgadas pela Delegacia de Polícia Federal de Piracicaba.