DÉCADA DE 1970
Relançamento do primeiro catálogo do Salão
Entre as obras a serem expostas, estão o clássico de Laerte Coutinho

Por Da Redação

Cartaz do I Salão de Humor, produzido por Zélio Alves Pinto

Crédito: Divulgação

Cartaz do I Salão de Humor, produzido por Zélio Alves Pinto

Quarta-feira, 11 de julho de 2018
Com a reimpressão do catálogo dos três primeiros Salões de Humor realizados em 1974, 1975 e 1976, e de uma Exposição de alguns destes trabalhos, a Associação dos Amigos do Salão de Humor, em conjunto com a Semactur (Secretaria de Cultura e Turismo) e Cedhu (Centro Nacional de Documentação, Pesquisa e Divulgação de Humor Gráfico de Piracicaba), realizarão, no dia 3 de agosto, às 11 horas, no Museu Histórico e Pedagógico 'Prudente e Moraes', o relançamento da obra e uma Exposição paralela. O evento antecederá a abertura da 45ª edição do Salão, no dia 25 de agosto.
A reimpressão do catálogo foi possível, depois de a Semactur, do Cedhu e da própria AHA constatarem a inexistência da obra no acervo do Salão. Depois de longa procura, por anos, eis que um dos exemplares da primeira edição foi reencontrado. Em seguida, a diretoria da AHA promoveu uma campanha pela plataforma 'Catarse' e conseguiu apoio financeiro de artistas, intelectuais, pesquisadores da cidade e do País, para reimprimir a edição original.
Serão 400 catálogos, obedecendo o mesmo formato anterior, com 108 artistas e os textos originais da época. A novidade é a apresentação do novo documento feita pelo prefeito Barjas Negri (PSDB) e pela secretária municipal de Cultura, Rosangela Camolese; e, no final, o agradecimento da AHA aos 52 apoiadores do Projeto.
Entre as obras a serem expostas, estão o clássico trabalho de Laerte Coutinho, 'O Rei Estava Vestido', ganhador do primeiro prêmio do Salão em 1974, entre outros originais mantidos no acervo do evento, como os trabalhos de Marcos Benjamin, MG e Luís Antonio Solda, PR. Além de imagens do jornal 'O Pasquim', que inspirou a realização do Salão. Material da imprensa local sobre o I Salão. E fotos do lançamento do livro 'Sem Sahida', de Zélio Alves Pinto, padrinho do Salão.
A curadoria da Mostra foi realizada pelo presidente da AHA, Adolpho Queiroz; pela diretora Ana Camila Negri e pelo diretor do Salão, Erasmo Spadotto, após pesquisa realizada nos últimos meses entre os originais que serão reproduzidos; bem como na memória da imprensa local com matérias da época. Entre elas, está uma reportagem do próprio Queiroz com os artistas piracicabanos que participaram da primeira mostra, veiculada pelo Jornal O Diário.
A Mostra poderá ser visitada até o dia 3 de setembro, no Museu 'Prudente de Moraes', de terças a sextas feiras, das 9 horas às 17 horas, e nos sábados e feriados, das 10 horas às 14 horas.