HOUVE CHAMADOS
Mato alto e vazamento preocupam piracicabanos
Munícipes reclamam dos serviços públicos e cobram urgentes providências

Por Da Redação

O mato alto tomou conta da calçada na rua 1º de Maio com a avenida Bairro Verde

Crédito: Divulgação

O mato alto tomou conta da calçada na rua 1º de Maio com a avenida Bairro Verde

Segunda-feira, 16 de abril de 2018
Moradores do bairro Pauliceia reclamam de um terreno tomado pelo mato na rua 1º de Maio com a avenida Bairro Verde. Eles já solicitaram o corte pelo 156 da Prefeitura. Um dos protocolos é o de número 42202. O mato, observaram, está invadindo a calçada, impendido as pessoas de passarem por ali. “Aqui é rota de creche e muitas mães com carrinho de bebê estão indo pelo meio da rua”.
A preocupação maior é com relação a usuários de drogas que “estão morando" no meio do quarteirão e ninguém tem sossego mais quando anoitece”. Afirmaram que o problema persiste desde o ano passado e pedem providências das autoridades.
Castelinho
Uma munícipe relatou que o Serviço Municipal de Água e Esgoto (Semae) fez um serviço em frente a um imóvel de sua propriedade, em dezembro, quando no local havia um vazamento, mas que, desde então, não concluiu o acabamento. O imóvel fica à rua Martim Afonso de Souza, 168, no bairro Castelinho.
"O Semae foi lá, resolveu o problema do vazamento, ficou ótimo e tudo mais. Porém, só jogaram terra por cima do buraco, ou seja, aquilo está abandonado desde dezembro. Já reclamei umas três vezes no Semae e sempre me dizem que 'eles não têm serviço terceirizado'. Até quando vai ficar daquele jeito?", questionou Maria Aparecida Mateucci Lovadini.
Em nota, o Semae responde que "está em andamento o processo licitatório para a manutenção de passeios".
Ondinhas
A dona Elza Coral Voltani, moradora do bairro Ondinhas, reclamou que desde a semana passada, tem um vazamento de água no cruzamento entre as ruas Vicente Táxis e 31 de Outubro, naquela localidade. "Já ligamos, moradores e comerciantes da região, para o Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto) para comunicar o desperdício. É um absurdo, porque está correndo água limpa ali, da dó de ver. E por causa desse vazamento tem um barro enorme lá", afirmou a senhora.
Por meio de sua Assessoria de Imprensa, a autarquia comunica que "consta no sistema uma reclamação do dia 10/04/2018" e "que a manutenção já consta na programação".