PAULISTA DA SÉRIE A-2
Bruninho bate bola
Atacante ficou mais de um mês se recuperando de fratura

Por José Ricardo Ferreira

O atacante Bruninho foi o artilheiro do XV na Copa Paulista do ano passado

Crédito: Michel Lambstein/Divulgação

O atacante Bruninho foi o artilheiro do XV na Copa Paulista do ano passado

Quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018
O atacante do XV de Piracicaba Bruninho já trabalha com bola depois da lesão que sofreu ainda na pré-temporada do Campeonato Paulista da Série A-2. No início de janeiro, ele fraturou o pé direito em um jogo-treino contra o Desportivo Brasil, em Porto Feliz (SP). Ele ficou mais de 30 dias afastado. Na semana passada, o atacante entrou na fase de transição e começou a treinar com bola.
Na última segunda-feira (12), ele também trabalhou normalmente. Mas ainda não se sabe se estará à disposição do técnico Evaristo Piza para o jogo contra o Guarani, nesta Quarta-Feira de Cinzas (14), em Campinas (SP). Bruninho foi o artilheiro do XV na Copa Paulista do ano passado, marcando seis gols.
O meia, André Cunha, também se recuperou de dores na coxa e voltou a treinar nesta segunda-feira. Já o volante, Gilson, continua sem treinar, pois se recupera de uma lesão na coxa esquerda. Nesta segunda-feira, o time trabalhou pela manhã. O técnico do plantel, Evaristo Piza, definirá a equipe que enfrentará o Guarani, às 20 horas desta quarta-feira.
Nesta segunda-feira, teve início a sétima rodada do campeonato com o Oeste e com o Nacional. Sem contar esse jogo, o XV aparecia em nono lugar na classificação, com oito pontos ganhos. A equipe foi castigada, no sábado, ao permitir o empate do Taubaté, aos 45 minutos do segundo tempo, no estádio Joaquim de Moraes Filho, em Taubaté (SP). O jogo terminou em 1 a 1.
Boa gestão
Na semana passada, o XV foi premiado na Categoria Ouro da edição 2017 do Programa de Excelência da FPF (Federação Paulista de Futebol), que avalia, em 10 quesitos, os clubes paulistas ao longo da temporada. A solenidade aconteceu na sede da Federação, em São Paulo (SP).
“Esse prêmio é importante para nos incentivar ainda mais e mostrar que estamos no caminho certo, não só nós da Diretoria, mas os profissionais de todos os setores do clube. Que isso sirva como motivação para cada um seguir desempenhando sua função da melhor maneira possível”, disse o presidente do XV, Celso Christofoletti.
Além do XV, receberam o reconhecimento as seguintes equipes: Botafogo, Corinthians, Ituano, Juventus, Mirassol, Novorizontino, Palmeiras, Ponte Preta, Red Bull, Santos, São Caetano, São Paulo e Sertãozinho. A Federação Paulista distribuiu R$ 1,6 milhão em prêmios.
“Além de muitos clubes envolvidos no programa, cresceu consideravelmente a efetividade da participação deles ao longo de toda a temporada 2017”, disse Kelly Franzoni, gerente de Qualidade da FPF.