PAPAI NOEL
Operação reforça o policiamento
Iniciativa aumentará efetivo da GC e da PM nos corredores comerciais

Por Adriana Ferezim

Representantes da Segurança Pública, da Prefeitura e Acipi debateram a força-tarefa

Crédito: Del Rodrigues

Representantes da Segurança Pública, da Prefeitura e Acipi debateram a força-tarefa

Quinta-feira, 7 de dezembro de 2017
A partir desta segunda-feira (11), as lojas do Centro e dos corredores comerciais dos bairros funcionarão até as 22 horas. A ampliação do horário deve atrair mais movimento para o Comércio, que espera aumento nas vendas entre 5% e 10%, com relação ao ano passado, conforme expectativa da Associação Comercial e Industrial de Piracicaba (Acipi).
Para garantir a segurança dos consumidores e da população nessas regiões da cidade, uma força-tarefa mais uma vez se uniu para a tradicional Operação Papai Noel. A medida envolve os órgãos de Segurança e do poder público do município na execução de ações e serviços que devem aumentar a segurança dos consumidores.
Segundo a comandante da Guarda Civil de Piracicaba, Lucineide Corrêa, o efetivo terá 30% a mais nas ruas no período de 11 a 23 de dezembro. “Remanejamos horários das equipes para a atender as áreas comerciais e os pontos tradicionais dos setores que mantemos viaturas, de forma a aumentar 30% o efetivo nas ruas”, afirmou.
O tenente-coronel PM, Cerqueira Leite, comandante do 10º Batalhão de Polícia Militar do Interior (10º BPM/I), informou que os policiais militares do setor administrativo serão incluídos nas escolas para o patrulhamento de rua, além da elaboração de uma escala especial.
A corporação também contará com os policiais que normalmente faz a Segurança no deslocamento de presos, que diminuem nessa época do ano, conforme ressaltou o major André Viana, coordenador de Operações do 10º BPM/I.
O delegado seccional, João Sérgio Batista, informou que a Polícia Civil atua como Polícia Judiciária para a apuração dos delitos e como ação preventiva o Grupo de Operações Especiais (GOE) se juntará às forças policiais para a Segurança da área central e dos bairros, como no entorno dos bancos dos bairros Paulista, Piracicamirim, Vila Rezende, no distrito de Santa Teresinha e no Shopping Piracicaba.
O corpo de Bombeiros também estará de prontidão para atendimento de emergências (incêndios - acidentes - mau súbito) como também o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
Também haverá ações da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente, na fiscalização da lei Cidade Limpa (barulho e panfletagem), da Secretaria Municipal de Trabalho e Renda (Semtre), na fiscalização dos ambulantes irregulares, Secretaria Municipal de Trânsito (Semuttran) no controle do tráfego e na colocação de ônibus extras, caso necessário.
A Zona Azul não estará em operação no período noturno. As forças policiais informaram que atuarão contra os flanelinhas e também orientaram a população a prestar atenção com relação ao celular, bolsas e atenção nas aglomerações de pessoas nas lojas.
A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes) deixará de contar com o serviço de abordagem dos moradores de rua pelos educadores a partir do dia 15. Mas, a pasta informou que manterá atendimento técnico do Centro Pop mediante denúncia. O serviço de abordagem será normalizado em 2018.
Um panfleto com os números de telefones de todas as autoridades envolvidas na Operação já começou a ser distribuído pela Acipi, Prefeitura de Piracicaba e Funseg (Fundo de Segurança de Piracicaba).