PUBLICAÇÃO HISTÓRICA
Presenteie com a história dos 250 anos de Piracicaba
A publicação traz fotos antigas e reprodução de documentos

Por Da Redação

Capa do Almanaque 2017, que apresenta a história dos 250 anos de Piracicaba

Crédito: Del Rodrigues

Capa do Almanaque 2017, que apresenta a história dos 250 anos de Piracicaba

Sexta-feira, 11 de agosto de 2017
Que tal presentear um amigo com o Almanaque 2017, publicado pela Gazeta de Piracicaba e que conta a história dos 250 anos de Piracicaba? A publicação histórica está à venda nas bancas de jornais e revistas, e na sede da Gazeta de Piracicaba.
"É excelente para presentear amigos ou para os filhos darem aos seus pais. Com certeza, eles irão gostar de conhecer detalhes da história da cidade que escolheram para viver, criar seus filhos e constituir família", diz o gerente-comercial Wilson Tietz. Para ele, o Almanaque é um produto interessante para os empresários agradarem os seus clientes, "um brinde que, com certeza, vai marcar. Uma linda lembrança sobre Piracicaba".
A evolução de Piracicaba, que nasce oficialmente em 1º de agosto de 1767, deixa a condição de Povoado e de vila para se tornar uma das cidades mais importantes do País, está em 242 páginas. São 25 décadas que reúnem os momentos mais marcantes da vida da chamada "Noiva da Colina".
Uma história que inspira recordações, sonhos, experiências, realizações, relatada a partir de intensa pesquisa em livros, documentos oficiais, entrevistas com historiadores e pesquisadores. "O resgate dessa história nos proporcionou uma viagem a um tempo que exigiu, de homens e mulheres, coragem, dedicação e fé para superar os obstáculos”, escreveram os jornalistas Angela Furlan e Felipe Rodrigues, autores da obra, no Editorial.
A publicação traz fotos antigas da cidade e reprodução de documentos como a reconstituição da planta da cidade de 1823 e a transferência da povoação da margem direita para a esquerda, datada de 1784; da reconstituição de Piracicaba de 1827 e de 1848, feita em tela; da ata de 1º de agosto de 1856, quando a então Vila Nova da Constituição foi elevada à categoria de cidade, e também imagens da pujante Piracicaba dos dias de hoje.
A assinante e empresária Miriam Miranda, ao receber o seu exemplar, reagiu: "Que lindo presente que a Gazeta nos deu. Acordar e pegar no jardim a história do lugar que vivemos. Um luxo, um presente em tempos tão espinhosos". O professor Francisco Constantino Crocomo, coordenador do Banco de Dados Socieconômicos do Curso de Ciências Econômicas da Unimep, também se manifestou ao ver a publicação.
"Queria externar nossos parabéns pelo excelente trabalho de pesquisa realizado na comemoração dos 250 anos de Piracicaba. Trata-se de um excelente material, realizado com muito cuidado e zelo. É notório o cuidado com as referências e fontes, um verdadeiro trabalho de pesquisa, que será útil para a realização de outros trabalhos, tanto na área acadêmica e de pesquisa, como para profissionais que desejam conhecer a história e perspectivas de nossa querida cidade".