SISTEMA SOLAR
Observações do planeta Saturno começam sábado
Transformou-se em um dos deuses do panteão grego-romano

Por Da Redação

Observatório abre neste sábado para a contemplação de Saturno

Crédito: iStock

Observatório abre neste sábado para a contemplação de Saturno

Quinta-feira, 8 de junho de 2017
Com entrada gratuita, a partir deste sábado (10), o Observatório Astronômico de Piracicaba 'Elias Salum' (OAPES) dá início à temporada de visualizações daquele que é conhecido por “a maravilha do sistema solar”, “a mais bela flor do jardim celeste” ou “o senhor dos anéis”; Saturno.
Conhecido e reverenciado desde a remota antiguidade pelos babilônicos no século VII a.C., transformou-se em um dos deuses do panteão grego-romano como o ‘senhor do tempo’ representado por um velho empunhando uma foice. Na Roma Antiga realizavam-se as Saturnais, festa durante todo o mês de dezembro em honra a Saturno.
Quem já viu pôde conferir: por mais bonita que seja uma fotografia, nada substitui uma observação ao vivo através do telescópio. É uma experiência mágica que arranca exclamações e muitas vezes emociona. E são as crianças que mais se entusiasmam.
A observação detalhada do planeta requer instrumentos de porte médio e grandes. As efemérides astronômicas assinalam que em outubro irá ocorrer a inclinação máxima do sistema de anéis em relação à Terra ou seja, 26,9º, permitindo visualizar o Hemisfério Norte. A oportunidade, portanto, este ano é única! Em contrapartida, em março de 2025 irá acontecer o contrário: os anéis estarão sendo vistos de perfil, como se estivessem desaparecidos!
Um gigante gasoso
O segundo maior planeta do sistema solar é também o mais gasoso. Se a densidade da Terra em relação a água é de 5.56, a de Saturno é 0.67 (densidade da cortiça) donde se conclui que o planeta acha-se em estado ígneo-gasoso e com uma densidade tal que se colocado em um imenso oceano ele boiaria.
O gigante gasoso marca o limite dos planetas visível a olho nu, situado a uma distância média de 1,3 bilhão de quilômetros. A essa distância a luz percorrendo 300 mil quilômetros por segundo, necessita 67 minutos a atingir nossa retina. É bom se lembrar desse detalhe quando observar o planeta e recordar que um engenho espacial, a sonda espacial Cassini/Huygens, lançada em 15 de outubro de 1997, e que somente chegou a Saturno em 1º de julho de 2004. Praticamente sete anos.
Após ter estudado o planeta por 13 anos, em 15 de setembro próximo deve ingressar na atmosfera do planeta encerrando uma missão coroada de êxitos.
Serviço
Visto a olho nu a Leste, com uma tonalidade amarelada na constelação do Sagitário, Saturno poderá ser observado durante toda a noite e, assim, ficará visível por vários meses. A maior aproximação à Terra irá acontecer no próximo dia 15. Com entrada gratuita, o OAPES abre a visitação pública todos os sábados, das 18h30 às 21h30.
As observações de Saturno começam às 20h30, mas, antes disso, acontecerá a observação do planeta Júpiter e de objetos siderais notáveis como a “Caixa de Jóias” na constelação do Cruzeiro do Sul. O OAPES está situado no quilômetro 3 da rodovia Fausto Santomauro (SP-127), que liga Piracicaba a Rio Claro. (Por Nelson Travnik, astrônomo diretor do OAPES e membro-titular da Sociedade Astronômica da França)