PAULISTA DA SÉRIE A-2
XV é derrotado e pode voltar à zona do rebaixamento
O time estacionou na 13ª posição com 12 pontos

Por José Ricardo Ferreira

O jogo aconteceu na noite da última sexta-feira, no Barão

Crédito: Del Rodrigues

O jogo aconteceu na noite da última sexta-feira, no Barão

Segunda-feira, 20 de março de 2017
Na estreia como técnico oficial do XV de Piracicaba, Ronaldo Guiaro amargou uma derrota. O alvinegro perdeu por 3 a 2, na noite da última sexta-feira (17), para o São Caetano, no estádio Barão de Serra Negra, pela 11ª rodada do Campeonato Paulista da Série A-2. O time estacionou na 13ª posição com 12 pontos, mas corre o risco de voltar à zona de rebaixamento ao término dessa rodada.
O XV volta a jogar nesta quarta-feira, às 20 horas, contra o Capivariano, na casa do adversário. Com a vitória, o Azulão assumiu a liderança com 22 pontos. O São Caetano começou arrasador. Ermínio entrou pela direita e lançou na grande área para o atacante Carlão, livre, abrir o marcador: 0x1 aos dois minutos. O gol logo no início deixou o XV afoito em busca do empate, abrindo espaço para os contra-ataques do Azulão.
Aos 21 minutos, o volante Maranhão bateu forte a cabeça em uma jogada e caiu desacordado. Foi atendido, retomou a consciência, mas foi substituído pelo lateral Carlinhos, que assumiu a lateral direita e Zé Mateus voltou para o meio.
Perdido em campo, o XV tomou o segundo gol num contra-ataque, desta vez o lateral Ermínio estufou as redes chutando rasteiro sob as pernas de Veloso: 0x2 aos 26 minutos.
O XV tinha a posse de bola, mas com pouca criação. O Azulão se postava bem na defesa para armar seus contra-ataques. O alvinegro terminou a primeira etapa nervoso, sem se encontrar em campo e sob vaias da torcida.
O XV voltou para o segundo tempo com Rafael Gomes no lugar de Bruno Aquino, no ataque. Aos três minutos, Romarinho cobrou falta, Lucas rebateu, mas Gilsinho desperdiçou para o XV. Aos sete minutos, a zaga alvinegra errou a saída de bola com Marcos Vinicios, Veloso escorregou e Carlão quase fez.
Nos 30 minutos finais, muitos gols no Barão. Mesmo desordenado em campo, o XV encontrou o gol aos 18 minutos, com o meia Gilsinho, que bateu com precisão no lado direito de Lucas Frigeri. Com o gol, o XV se animou e partiu para cima, mas o Azulão ampliou aos 28 minutos. Alex Reinaldo cruzou na cabeça de Carlão, que acertou o gol e ampliou: 1x3.
O XV respondeu rápido, aos 30 minutos, com Gilsinho, novamente, que aproveitou cruzamento de Carlinhos, girou na área e fez. Foram minutos finais com muita determinação por parte do XV, mas não foi o suficiente e a equipe perdeu seu segundo jogo no Barão nessa temporada.
Ficha técnica
2 XV de Piracicaba - Veloso, Zé Mateus, Marcos Vinícios, Rodrigo, Maranhão (Carlinhos), Samuel, Bruno Santos (Bruninho), Clayton, Bruno Aquino (Rafael Gomes), Gilsinho, Romarinho. Técnico: Ronaldo Guiaro.
3 São Caetano - Lucas Frigeri, Alex Reinaldo, Sandoval, Eduardo Luiz, Esley, Bruno Recife, Ferreira, Paulinho Santos (Elias), Ermínio, Paulo Vinícius (Regis), Carlão. Técnico: Luis Carlos Martins.
Gols - Carlão (São Caetano) aos dois minutos, Ermínio (São Caetano) aos 26 do primeiro tempo; Gilsinho (XV), aos 18, Carlão (São Caetano), aos 28, e Gilsinho (XV), aos 30 do segundo tempo.
Cartões amarelos - Eduardo Luiz, Ferreira (São Caetano); Marcos Vinícios, Clayton, Bruno Santos, Samuel (XV).
Árbitro - Ilbert Estevam da Silva.
Local - Estádio Municipal Barão de Serra Negra.
Público - 1.714 pagantes.
Renda - R$ 22.160.