ATÉ NOVEMBRO
Exposição 'Do Luxo ao Lixo' no Casarão do Turismo
Mostra conta com obras feitas de materiais descartáveis

Por Da Redação

O artista plástico rio-pedrense, Marito Cavicchioli, autor dos trabalhos

Crédito: Del Rodrigues

O artista plástico rio-pedrense, Marito Cavicchioli, autor dos trabalhos

Piracicaba recebe, até o dia 12 de novembro, a exposição 'Do Lixo ao Luxo', do artista plástico rio-pedrense, Marito Cavicchioli. As obras ficarão expostas das 10 horas às 17 horas, somente aos sábados, domingos e feriados, no Casarão do Turismo de Piracicaba, localizado na região da Rua do Porto.
A exposição, que conta com obras feitas de materiais descartáveis, surgiu da ideia de conceber a arte em lugares pouco prováveis. "Esse trabalho de transformar o que é considerado lixo pela sociedade em algo novo realizo há mais de 10 anos. Sempre vi a arte aonde é meio impossível, gosto do desafio, fugir do convencional", comenta Cavicchioli.
Quem visitar o espaço encontrará uma imagem de Nossa Senhora feita de isopor, rosas e anjos de alumínio, colunas barrocas confeccionadas com restos de resina, botas de peão de lavoura que se tornaram vasos para plantas, casas de pássaros, guirlandas e até um tamanco holandês de Anne Frank - tudo com restos de bandejas de alumínio de restaurante, lata enferrujada, resto de tinta de construção, embalagem de pó de café, tecidos.
Segundo Cavicchioli, a intenção é passar uma mensagem sustentável. "Em nossa sociedade, nem tudo é descartável, no mundo de hoje é possível transformar coisas que muitas vezes são consideradas inúteis em beleza, é uma mensagem ecológica para as pessoas, mostrando a transformação do material descartável em arte", afirma.
Artista
Marito Cavicchioli convive com a arte desde a infância. Seu pai era músico e maestro; seu tio, escultor em argila e madeira. Aos sete anos de idade, Cavicchioli desenvolveu os primeiros trabalhos de artes (pintura em aquarela, guache, lápis e presépio modelado em argila). Aos oito anos de idade, teve contato com uma das maiores desenhistas e pintora brasileira, Tarsila do Amaral, no ateliê de costura da sua tia Olga, local que, segundo Marito, Tarsila era cliente.
Em seu currículo, o artista possui diversas obras como: escultura em cimento e argila de São Francisco de Assis para o Hospital São Vicente de Paulo de Rio das Pedras; pintura em afresco do altar mor da Igreja Matriz de Rio das Pedras, entre outros. Em 2007, ministrou curso de técnica e montagem de arranjos natalinos para uma árvore de cinco metros, utilizando material reciclável para a Fundação Bradesco, em São Paulo.